www.cristaos.com

Quem é Jesus?

A fé seguida pelos Evangélicos tem por fundamento única e exclusivamente a pessoa do Senhor Jesus. Mas, quem é Jesus? de onde veio? por que veio? desde quando existe? por quê os Evangélicos ensinam a respeito dEle? por quê O divulgam? por quê O seguem?

 

Muitas dessas perguntas trataremos de responder nesse estudo que daremos inicio a partir de agora, bora lá!

 

Jesus Cristo é o ponto central das escrituras: Criador de todas as coisas, Ser eterno, Senhor, Salvador da humanidade que outrora era justificada através de leis religiosas, entre muitos outros atributos, dados, exclusivamente a este Nome: JESUS CRISTO!

 

O presente estudo tem como base de afirmações a fé Apostólica, ou seja: a crença que desde a era dos apóstolos é levada ao mundo como ensino sábio para o homem, tanto no viver de forma correta e em paz, como a conquista da vida eterna que é a Salvação mediante a fé genuína e exclusiva no Senhor Jesus.

 

Entendemos que esse estudo pode ser relativo, o que é de uma forma sob a visão Evangélica pode não ser sob a visão de uma outra pessoa ou de uma outra corrente. Para tanto, é importante lhe informar que as afirmações contidas nesse material tem por fundamento a fé deixada por Deus contida nos Ensinamentos neotestamentários que é a coluna da doutrina Cristã genuína.

 

OK, entendi, mas me respondam quem é Jesus?

 

RESPONDEMOS: Jesus Cristo é Deus desde toda a eternidade conforme testificam os textos proféticos (antigo testamento) e o texto sagrado (novo testamento). Nós Cristãos temos que as escrituras (o novo testamento) contém a palavra de Deus, nos revela Sua vontade e ensino e são nas escrituras que encontramos justificativas sobre a pessoa do Senhor Jesus. Embora diferente de alguns que afirmam que : "A Bíblia é a palavra de Deus" nós compreendemos que o "ser a palavra" acaba por desmerecer quem de fato é a palavra de Deus, o Senhor Jesus! vejamos:

 

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
Ele estava no princípio com Deus.
Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.
Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.
João 1:1-4

 

Preste muita atenção na revelação desse texto, a importância que tem mas que para muitos passa desapercebido. Claramente temos que "no principio era o verbo" e o que aprendemos com isso? primeiro é que esse "princípio" é algo imensurável para nós humanos! Quando foi o princípio de todas as coisas? quantos anos tem que isso ocorreu? não temos noção! e podemos entender que esse tempo para Deus é diferente de um tempo em que nós humanos medimos e, temos que os escritos falam da eternidade. Vemos agora a palavra "Verbo" sendo colocada como "algo" que estava no início com Deus, que no início era o Verbo e que esse verbo era o próprio Deus. O mesmo texto afirma que todas as coisas foram feitas por ele e sem ele, nada do que foi feito se fez!

 

E quem é o verbo? quem é esse "misterioso" que desde o início (eternidade) era o verbo, que estava com Deus, e era Deus, fez todas as coisas e nada do que foi feito se fez sem ele?

 

No Verso 14 de 1 João, nos é revelado quem é esse verbo:

"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade."

 

Jesus, o verbo! ou seja: a Palavra de Deus, o que tudo formou, o que estava com Deus desde a eternidade, o que era Deus desde a eternidade e tudo foi criado pelo seu intermédio, se faz homem e habita entre nós!

 

Portanto, nós Evangélicos cremos que as escrituras contém "A palavra" ou seja: testificam do Senhor Jesus, mas elas em sí apenas não é "A Palavra". Ser é diferente de Ter.

 

Desde a manifestação de Deus na terra, até os dias de hoje, infelizmente, muitos não O reconhecem. Deus havia no passado prometido um Messias, ou seja: um enviado especial, sem mancha do pecado que viesse salvar o seu povo, os judeus. Vemos no verso de 1 João 9, 10 e 11 que tanto naquela época como nos dias atuais, muitos não sabem que é Jesus, não fazem a mínima noção de quem, de fato, Ele é!

 

"Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo.
Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu.
Veio para o que era seu, e os seus não o receberam".
João 1:9-11

 

O verbo, ou seja: a luz para todo o homem estava no mundo - manifestado em forma humana - um mundo feito por Ele e, como prometido o envio de um Messias, assim Ele veio e os seus não O receberam! não O reconheceram!

 

Temos até os dias de hoje visto pessoas, em especial os religiosos, falarem de Jesus, muitos até se denominam "porta-vozes" dEle, outros utilizam do Seu Nome para conquistar poder, outros no entanto se utilizam do Nome de Jesus para enriquecer e, isso tudo mostra que sabem do benefício desse Nome, mas NÃO sabem, quem de fato, Jesus Cristo é!

 

Mas venham cá pessoal do site cristaos.com, me expliquem uma coisa: O que as escrituras dizem de fato sobre Jesus, não o Seu papel de Salvador como todos sabemos, mas algo além disso como por exemplo, a sua essência, sua natureza, sua existência, seu titulo? o que de fato os autores bíblicos falam sobre Jesus?

 

São muitos os atributos que as escrituras dão a Jesus Cristo e de forma especial: Exclusivamente a Ele! Vejamos alguns deles:

1) Repetidas vezes, os autores sagrados O chamam de Deus (Isaías 9:6; João 1:1; João 20:28; Atos 20:28; Tito 2:13; 2Pedro 1:1; João 5:20)

2) A Bíblia Lhe confere poderes e atributos que correspondem somente a Deus:

a) Existência eterna (Isaías 9:6; Miquéias 5:2; João 1:2).

b) Onipotência (Mateus 28:18; Apocalipse 1:8).

c) Onipresença (Mateus 18:20; e 28:20).

d) Onisciência (João 2:24,25)

e) Imutabilidade (João 16:15; Colossenses 2:9. Hebreus 13:8).

O texto Santo declara que Jesus faz obras que unicamente Deus pode realizar:

 a) Criação (João 1:3 - 10; Colossenses 1:16).

b) O governo do mundo (Hebreus 1:3; Isaías 9:6).

c)Perdoar pecados (Mateus 9:2; Colossenses 3:13).

d) Ressuscitar mortos (João 5:28 - 29).

e) Julgamento do mundo (João 5:26 - 27. Atos 10:40 - 42).

A Bíblia declara que a Ele deve ser prestado culto, o que somente a Deus é permitido:

a) Os Apóstolos O adoram (Lucas 24:52; Apocalipse 1:5 - 6).

b) Os anjos O adoram (Hebreus 1:6; Apocalipse 5:11 - 12).

c) Todas as criaturas devem adorá-Lo (Apocalipse 5:13).

As Escrituras Sagradas mostram que o Senhor Jesus fez declarações tão grandiosas em relação a si mesmo, que só Deus poderia fazer:

a) Ele declarou que era Deus (João 5:23; 10:30; 14:10).

b) Pedia a quem O seguia tal amor e serviço que, de direito, só poderiam ser prestados a Deus (Mateus 10:37 - 38; 16:25; Lucas 14:26).

 

Quais são os nomes e títulos dados ao Senhor Jesus no Novo Testamento, que revelam a Sua natureza e trabalho?

 

1) JESUS - Significa "Salvador" (Mateus 1:21)

2) CRISTO - Em hebraico, significa "Messias"; em grego, "O Ungido de Deus" (Mateus 16:16; João 1:41

3) EMANUEL - significa "Deus conosco" (Mateus 1:23)

4) O SENHOR - Que no Novo Testamento corresponde a YHWH do antigo testamento - Uma expressão cujo significado é "Eu sou" (Lucas 2:11; Filipenses 2:11)

5) O VERBO - Significa, em grego, "A Palavra". É uma designação que mostra o Senhor Jesus como aquele que revela Deus ao Mundo (João 1:1-14; Apocalipse 19:13)

6) O FILHO DE DAVID - É o seu nome Judaico, caracterizando a Sua descendência do rei ideal de Israel, a quem foi prometido um Reino Eterno (Mateus 9:27; 21:9)

7) O FILHO DO HOMEM - Esse título significa que Sua relação com a humanidade era sobrenatural e única. Era um título que se aplicava, pelos romanos, ao Imperador, significando também "o maior entre os homens" (Marcos 8:38; Lucas 19:10; João 9:35-37)

8 O FILHO DE DEUS - Aplicado com profunda reverência tanto por outros quanto por Ele mesmo (Mateus 26:63-64; João 9:35-37). Indica a Sua relação única com Deus Pai num sentido mais elevado do que se entende, quando alguém é chamado de filho de Deus (Mateus 3:17; Marcos 5:7; Lucas 1:35; João 16:28; 17:5; Atos 9:20; Romanos 8:3; 1 João 4:9).

 

Por que o Senhor Jesus teve que vir ao mundo morrer por nós?

 

Deus é perfeitamente Santo e Puro. Nele não há um mínimo de erro. Para se ter comunhão com Ele é necessário ter a Sua natureza pura e santa. Daí a razão por que quando o Senhor criou o ser humano, o criou à Sua imagem e semelhança. Se ele pecasse, perderia essa imagem e semelhança de Deus e não poderia mais estar na Sua presença. Quando o homem caiu em tentação, ele transgrediu a Lei de Deus. Por isso foi expulso de sua presença e começou a gerar filhos com a natureza pecaminosa. Óra, quem então poderia oferecer um sangue puro e inocente para substituir o contaminado? Em todo o mundo não houve um só, sequer, que pudesse dar a vida em favor da humanidade!Todos os seres sob a face da terra haviam pecado! todos! Deus então enviou o Seu próprio Filho (manifestação de Deus no mundo em forma carnal), sujeito a todas as condições humanas, e ainda viver uma vida perfeita e sem pecado, para que assim pudesse servir como substituto do ser humano. O Senhor Jesus, então, veio e satisfez a todas as condições da Lei! Daí a razão por que Ele é o Cordeiro de Deus que tira o pecado daquele que nEle crê de todo o seu coração (João 1:29).

 

Para que o ser humano possa voltar a ter a imagem e semelhança de Deus e assim ter comunhão com Ele, o Senhor Jesus é a única porta ! Sem Ele não há perdão e nem salvação. Ainda que as pessoas sejam boas, honestas, sinceras e caridosas, mesmo assim, se elas quiserem a vida eterna, terão que primeiramente Crêr, aceitá-Lo e viver de acordo como Santo Ensino. O Espírito Santo convence o pecador, mas é o Senhor Jesus quem o perdoa e salva ! Em  I João 5:20 lemos: "Sabemos também que já veio o Filho de Deus, e nos deu entendimento para conhecermos aquele que é verdadeiro; e nós estamos naquele que é verdadeiro, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna."

 

Em resumo, esse é o fundamento dentro da fé Evangélica verdadeira e que, se algum grupo que se autodenomine "Cristão" e não está inserido dentro deste ensino, devemos considerá-los "Anátemas = malditos", pois como está escrito:

 

"Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema." Gálatas 1:8.

 

Na era Apostólica já haviam aqueles que por algum interesse particular queriam mudar o eterno Evangelho, adaptando-o para as sua conveniências e hoje é o que mais temos visto pelo mundo afora, em especial no Brasil! e o mais triste de tudo: Tem milhões de pessoas caindo no conto dos religiosos e não se dão conta disso! e se formos falar algo, mostrar o verdadeiro ensino, já virão armados com respostas ensaiadas pelos seus líderes "espirituais".

 

Sem luxo algum, nossa missão é essa: Levar as boas novas do Santo Evangelho que não temos visto na maioria das Igrejas e sequer em quase a totalidade dos sites que se intitulam como "Evangélicos".

 

Se até mesmo em muitas denominações ditas evangélicas o santo ensino ficou de lado, isso nos mostra que ações como as nossas são bem-vindas: devemos fazer as pessoas utilizarem o cérebro, compreenderem o que de fato foi a mensagem deixada por Deus ao vir ao mundo!

 

Temos muito mais atributos da pessoa do Senhor Jesus, sempre estaremos inserindo nessa página novas situações que envolvam o Santo e Imaculado Messias e, caso queiram tirar alguma dúvida sob a nossa visão, por favor, escreva-nos! contato@cristaos.com

Nós, cristaos.com fazemos a diferença!

 

Página Inicial

WWW.CRISTAOS.COM